fbpx

A importância do BrERP para o Agronegócio Brasileiro

colheitaderia colhendo trigo

Devido ao desenvolvimento avançado do Agronegócio Brasileiro, possuir um ERP para gerenciá-lo é importantíssimo. Pois, o setor precisa de operações internar e externas de alta relevância e, com isso, requer um sistema automatizado para armazenar informações.

Atualmente, o Brasil é responsável por uma das maiores produções do mundo e, em questão territorial, está atrás somente da China, Estados Unidos e Austrália. Portanto, o Brasil vem apostando cada vez mais em tecnologia avançada para aumentar sua produtividade.  Desta maneira, um dos conceitos mais aplicados é o da Agricultura de Precisão, a qual se baseia na aplicação de recursos que permitem controlar as lavouras e entendê-las.

A função do BrERP no Agronegócio

Como todo bom ERP, o BrERP permite que a empresa tenha em suas mãos os controles operacionais de diferentes setores. Afinal, é formado por módulos que se acolham e garantem maior aderência no setor. Ao mesmo tempo, estes módulos facilitam o gerenciamento e reduzem os riscos.

Dentre os módulos mais importantes, estão aqueles relacionados à qualidade, vendas/exportação, estoque e produção. Além desses ainda são necessários módulos para o setor de Finanças, Manutenção, Compras, CRM, Serviços, Bancos, Mobilidade e Fiscal.

Mais produtividade

Embora ao longo do tempo o homem tenha desenvolvido ferramentas e habilidades para conseguir aumentar a produtividade no campo, como o emprego da diferenciação e divisão de lavouras em uma determinada propriedade, esses resultados deram um salto com a tecnologia aplicada ao campo.

Hoje em dia, ferramentas de geolocalização como Global Navigation Satellite System (GNSS) e o Sistema de Informações Geográficas (SIG), além de outros dispositivos de controle do agroecossistema, como sensores e medidores de última geração, permitem uma análise muito mais precisa e criteriosa sobre a área de cultivo, solo, influência do clima, insetos e doenças que afetam a plantação.

Quando se tem maior controle do ambiente, consequentemente, o produtor agrícola colherá melhores resultados no campo.

Aumento do preço final do produto

Além de aumentar a produtividade, ou seja, a melhoria dos resultados de uma colheita com relação à área plantada, outra consequência do uso da agricultura de precisão é obter um melhor preço final sobre o produto.

Isso faz sentido porque, ao mesmo tempo em que há um melhor aproveitamento do espaço do solo, o uso correto da tecnologia sobre o controle de pragas e doenças garante uma melhor qualidade da lavoura e, consequentemente, o produto será vendido por um preço maior.

Aumento no rendimento das lavouras

De acordo com o coordenador-geral de Tecnologia, Inovação e Recursos Genéticos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Fabrício Juntolli, em entrevista à revista Globo Rural, o uso correto da agricultura de precisão pode garantir um aumento de 67% no rendimento global das lavouras

Melhoria na gestão do campo

O meio rural se modernizou: máquinas de última geração, computadores de bordo, sistemas de geolocalização cada vez mais precisos.

Ao contrário do imaginário antigo sobre o campo e quem vive nele, cada vez mais aumenta o investimento na gestão de propriedades, lavouras e criações transformando o agronegócio no setor que mais cresce no país nos últimos anos.

Aplicando tecnologias certas e combinadas é possível automatizar e otimizar todas as práticas necessárias para uma lavoura: desde o estudo do solo, passando pela plantação e colheita, até o momento do pós-venda.

Hoje em dia, o sistema utilizado na agricultura de precisão tem conseguido bons resultados na melhoria da gestão das propriedades rurais, ao controlar dados e tornar mais preciso o uso de insumos, fertilizantes, dando as doses de sementes cada vez mais corretas ao solo e racionalizando o uso da irrigação.

Ficou interessado? Solicite seu atendimento e converse com um de nossos especialistas para tirar suas dúvidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.