8 de setembro de 2020

É hora da retomada comercial?

By marketing [ devCoffee ]

Depois de mais de 5 meses de isolamento o Brasil começa a dar sinais de retomada. Com a desaceleração da epidemia, principalmente nas capitais, as empresas, aos poucos vão ensaiando a volta às atividades. Comércio, shoppings e restaurantes atendendo a restrições de horários já proveem infraestrutura para que as empresas também retornem. Depois de muitas discussões, teorias e especulações chegou o momento de encararmos o “novo normal”! Chegou a hora de sabermos se todos os pontos positivos do isolamento e do home office vão mesmo se estabelecer ou se estávamos todos com síndrome de Poliana.

É pensando neste ponto que encontramos resposta para a pergunta de que se realmente é hora de retomar. Sim, é hora de retomar as atividades, a economia, a vida, mas sem esquecermos as lições desses mais de 5 meses de isolamento. As empresas devem sim retomar suas atividades mantendo a qualidade de vida do colaborador que com o home office deixou de gastar 2 horas ou mais do seu dia em deslocamento, otimizando os espaços e recursos para alavancar a retomada com as equipes motivadas e focadas. As escolas devem sim retomar as aulas, agora com ainda mais valorização dos professores, cuja falta foi tão sentida por pais e alunos,  e da participação dos pais na vida escolar das crianças. O comércio, bares e restaurantes devem abrir suas portas, sem deixar de lado o delivery e o e-commerce que foram tão importantes nesses últimos meses e responsáveis pela sobrevivência desses estabelecimentos.

Percebemos então que esse é o novo normal! Um normal que integra, associa as lições aprendidas, tudo que foi feito de bom, com a socialização, a interação de antes. Esse é o verdadeiro sentido do aprendizado e o caminho para o sucesso. Passar por dificuldades, superar desafios, criar soluções para não praticá-las é, no mínimo, desperdício de tempo, energia e também dinheiro. E, como no começo do isolamento, sempre terão os que choram e os que vendem lenços, e se quem aprendeu vender lenços, voltar a chorar, terá que comprar de quem vai aprender a vender!