24 de julho de 2020

O produto como serviço

By marketing [ devCoffee ]

No último dia 23, completamos 125 dias em quarentena, pelo menos aqui no estado
de São Paulo. Passadas as primeiras semanas, que foram de organização e adaptação, as
coisas parecem ter se estabilizado e as pessoas e as empresas conseguiram, em sua
maioria, acertar o compasso para poder continuar caminhando neste ano de 2020. Passado
o período de adaptação, já é possível começarmos a observar algumas situações
interessantes e identificar padrões e comportamentos que devem se estabelecer para os
próximos anos.


Um dos setores que podemos observar maior mudança no comportamento é o
varejo. Com lojas de portas fechadas, os empresários precisaram encontrar uma nova
forma de se relacionar com seus clientes, respeitando o distanciamento social. Criou-se
então toda uma rede de comunicação baseada na internet e de delivery, que ultrapassou a
barreira da comida e dos remédios e hoje é possível comprar qualquer produto no conforto
do seu sofá. Abre-se então para o varejo uma nova faceta, que nada mais é que a
prestação de um serviço. Esse é o futuro do varejo, o produto vendido como um serviço.
Imagine a seguinte situação: você tem a necessidade de comprar, digamos, um
pijama. Você entra em contato com a loja, informa seu tamanho e o modelo que tem em
mente e duas horas depois recebe uma sacola com 20 opções de pijamas para que possa
provar e escolher no conforto da sua casa. No dia seguinte a loja passa buscar a sacola
com as peças não escolhidas e realizar o pagamento. É desta forma que muitos lojistas
estão vendendo e, pensando bem, quem vai querer encarar provadores cheios e fila para
pagar, depois de ter tido essa experiência de compra? O que vai fazer a diferença entre
quem vende e quem não vende é a qualidade da experiência e do atendimento.

Esse já é o novo foco do varejo: a qualidade e prontidão do atendimento. E para
oferecer qualidade de atendimento com efetividade nas vendas o empresário, o vendedor
precisa de informação. Mais ainda: informação certa no tempo certo. Para oferecer um
produto como serviço de qualidade o vendedor vai precisar conhecer esse cliente; seu
histórico de compras e até mesmo seus gostos e necessidades. Desta forma vai poder
proporcionar um atendimento personalizado e uma experiência de compra marcante para o
cliente, que se lembrará desta empresa numa próxima oportunidade. E é neste ponto da
informação que as empresas que já possuem sistemas digitais e online saem na frente.


Somente com as informações em tempo real e podendo ser acessadas de qualquer lugar é
que as empresas poderão proporcionar para seus clientes a melhor experiência, o melhor
serviço e se manter no mercado, independente da quarentena.

A sua empresa já começou a transformação digital? Seu sistema de gestão
proporciona a você informação em tempo real, podendo ser acessada de qualquer lugar?
Venha para o BrERP e obtenha as informações para atender cada vez melhor o seu cliente!