fbpx

Transforme sua indústria em 4.0

robo criando peça mecanica

Todo mundo sabe que a Revolução Industrial revolucionou a vida das pessoas. A partir desta revolução, qualquer um pôde ter acesso a mais produtos, meios de transporte e distribuição de energia. O que poucos sabem, é que a internet também revolucionou o mundo e a vida das pessoas. Neste período, milhões de pessoas foram conectadas a um universo de informações e relacionamento digital.

Desta forma, sabemos que o atual período é composto pela revolução digital, uma era que a indústria e pessoas estão conectadas numa mesma rede e compartilham informações a todo momento. Com o advento da internet, as empresas passaram a gerenciar suas informações de maneira instantânea e seus colaboradores tiveram a oportunidade de compartilhar informações entre si. Mas as mudanças não param por aí.

Em países da Europa e no E.U.A, a revolução para a Indústria 4.0 já aconteceu. E são altamente financiadas por iniciativas privadas e públicas. No entanto, em nosso país, essa realidade ainda parece distante.

O consenso entre os especialistas é de que a indústria nacional ainda está em grande parte na transição do que seria a Indústria 2.0, caracterizada pela utilização de linhas de montagem e energia elétrica, para a Indústria 3.0 que aplica automação por meio da eletrônica, robótica e programação. Para termos uma ideia da nossa defasagem, precisaríamos instalar cerca de 165.000 robôs industriais para nos aproximarmos da densidade robótica atual da Alemanha. No ritmo atual, cerca de 1.500 robôs instalados por ano no país, levaremos mais de 100 anos para chegar lá.

No entanto, sabe-se que o Brasil pode avançar. Basta que cada empresário/empreendedor tome a iniciativa para acompanhar a evolução tecnológica e não ignore todo esse avanço. Além do governo, o qual tem a obrigação de criar políticas públicas estratégias, incentivos e fomentar esse cenário, a responsabilidade também é do gestor, cujo papel é ter iniciativa e proatividade.

Como a Indústria 4.0 transforma sua indústria?

É claro que, quando comparado a infinidade de informações da Indústria 4.0, este artigo traz as informações básica sobre esse processo de evolução. Mas, dentre as inúmeras mudanças, o que mais está sendo apostado pelos especialistas são a Internet das Coisas (IoT), Big Data e Nuvem. O que isso significa? Veja alguns pontos importantes, com informações da Exame.com.

1. Internet das Coisas (IoT)

Se sua indústria quer fazer parte dessa revolução, ela precisa acompanhar a essa tecnologia que une sensores, conectividade, big data e analytics. Em breve, a IoT deve ir além de fábricas, armazéns e centros de distribuição para chegar até casas, garagens e escolas, fazendo com que coisas e processos possam se comunicar, dizendo o que são, o que fazem, qual sua carga atual e sua geolocalização, entre outras informações.

2. Big data

O uso inteligente de um oceano de informações está transformando a relação das empresas com seus clientes e fornecedores no mundo todo. No ritmo em que essa transformação está ocorrendo, não é pessimismo dizer que a indústria que não estiver atenta para ela pode ficar para trás muito rapidamente. Cada vez mais é preciso colecionar dados confiáveis provenientes de várias fontes que sirvam de base para a tomada de decisão em tempo real. Se, no passado, uma indústria dispunha de meses para processar informações e decidir, hoje ela tem para isso horas, no melhor dos casos, ou minutos, na maior parte das vezes.

3. Nuvem

O Gartner aponta que, em 2020, uma política corporativa de não adoção do cloud (no-cloud) será tão rara quanto uma política de não adoção da internet (no-internet) é hoje. Não é difícil entender o motivo. Os serviços em cloud seguem regras criteriosas de segurança, oferecem alto grau de disponibilidade e backups diários e custam menos do que ter um profissional local na empresa. Dá para competir com isso.

Realmente, a Indústria 4.0 é incrível e promete trazer mudanças significativas para as empresas em todo mundo. Aqui no Brasil, já existem soluções tecnológicas para fazer com que as empresas se adequem e avancem. Em Leme, nós da devCoffee Business Solutions, já oferecemos uma solução nesse nível desde 2013. O BrERP, Plataforma de Gestão Empresarial, é composto por ambientes tecnológicos maçicos e permitem que o gestor acesse por qualquer dispositivo, seja móvel ou local. Além disso, permite que setores e máquinas se conectem para integrá-los de maneira concisa.

Para mais informações, clique aqui e solicite seu atendimento. Assim, conseguiremos disponibilizar um especialista no assunto para conversar com você e tirar todas as dúvidas.

 

One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.