fbpx
Saiba tudo sobre Bloco K e como ele ajuda no controle de estoque
29 de janeiro de 2019
Por que você deve fazer a gestão de estoque com um bom ERP?
6 de março de 2019

Gestão de custos: conheça um guia prático muito eficaz

A gestão de custos é essencial para qualquer empresa.

Afinal, ela evita gastos desnecessários, facilita a definição das metas financeiras, influencia na identificação dos preços de produtos ou serviços, permite a priorização de investimentos e ajuda na melhor tomada de decisão.

Mas para que a estratégia seja feita de maneira assertiva, é importante apostar em um controle realmente eficiente, que não só garanta dados corretos, como também evite falhas humanas e retrabalhos.

Sem esse cuidado, pode ter certeza de que dificilmente o negócio vai sentir os benefícios da estratégia.

E então, quer saber como fazer uma boa gestão de custos?

Basta ler as informações a seguir!

Dois passos primordiais para uma boa gestão de custos

São dois os passos essenciais para iniciar a gestão de custos de qualquer negócio.

Confira!

Passo 1 – Detalhar os custos

A primeira coisa que você precisa fazer é detalhar os custos.

Para isso, é necessário dividir todos eles em duas categorias: fixos e variáveis.

Os fixos são aqueles que acontecem mensalmente ou dentro de determinada rotina, como contas, aluguel, funcionários e fornecedores.

Já os variáreis se referem aos gastos para produzir e comercializar o serviço ou produto.

Entram na lista a comissão dos vendedores e os impostos sobre a mercadoria.

Mas atenção: é necessário que esse controle seja realmente minucioso e feito de preferência todos os meses para que tenha total entendimento das informações.

Afinal, a ideia da estratégia é ter clareza com relação ao desempenho e à rentabilidade da empresa.

Além disso, é uma oportunidade de identificar os investimentos desnecessários, mas também algumas oportunidades.

Passo 2 – Controlar as entradas e as saídas

O bom gerenciamento de custos envolve também um ótimo controle financeiro.

Portanto, é essencial que você entenda todas as demonstrações financeiras da empresa, desde o que entra e o que sai até o destino do dinheiro.

São 4 demonstrações essenciais: fluxo de caixa, patrimônio líquido, balanço patrimonial e demonstração de resultados.

Vamos entender melhor cada uma?

1 – Fluxo de caixa

Aqui, você vai analisar as entradas, as saídas, os investimentos e as atividades operacionais da empresa.

2 – Patrimônio líquido

O patrimônio líquido é o valor referente ao financiamento da empresa por meio de ações preferenciais e ordinárias.

3 – Balanço Patrimonial

Ele mostra os ativos, os passivos e o patrimônio líquido do negócio.

4 – Demonstração de resultados

A demonstração de resultados se refere à receita obtida dentro de um período específico de tempo.

Como fazer um bom controle de custos?

Uma simples planilha em excel serve para um bom controle de custos?

Não!

Bom, você até pode apostar nessa alternativa, mas terá que conviver com as falhas humanas e os retrabalhos, além de colocar um bom tempo do seu dia ou da sua equipe na tarefa.

E enquanto isso, talvez tenham diversas ações e projetos mais estratégicos parados esperando por atenção.

O que fazer, então?

Utilizar um ERP, simples assim!

O sistema é capaz de garantir números corretos e assertivos, “se comunicar” com dados de outros setores e realizar cálculos e relatórios precisos automaticamente.

E uma gestão de custos mal feita inevitavelmente interferirá na produtividade e, claro, nos resultados da empresa.

Lembre-se de que a ideia é estruturar e entender as informações para identificar desperdícios e oportunidades de investimentos.

A gestão de custos é primordial para qualquer empresa, mas ela deve ser feita de maneira assertiva para que você conquiste os resultados esperados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *